terça-feira, 24 de março de 2020


Aumente sua Imunidade!

Alimentos
            Quando fornecemos às células de nosso corpo os nutrientes específicos que elas precisam, nos tornamos capazes de fazer com que todo nosso Sistema Imunológico funcione da melhor forma.
 
            As cores dos alimentos são determinadas pela presença dos pigmentos. Essas substâncias naturais, além de colorir, desempenham papéis importantes na promoção da saúde.
            Os alimentos Amarelos e suas nuances, bem como os Verdes Escuros auxiliam o nosso Sistema Imunológico, por ter betacaroteno e carotenóides que dentro do corpo se transformam em vitamina A.
            O betacaroteno também beneficia a visão noturna e atua no metabolismo das gorduras.
            Os carotenóides são poderosos antioxidantes, protegem as células e neutralizam a ação dos radicais livres.
            A vitamina A atua na pele (tecido), cabelo, ossos, dentes, olhos, mucosas, células nervosas e sanguíneas, glândulas tireóide e adrenal, etc.
            Regulariza o funcionamento harmônico do corpo e no ciclo de dormir, comer, menstruar, etc.

Tais como alface, almeirão, repolho, moringa, salsinha, manjericão, abobrinha, alecrim, Uva Japonesa, couve-flor, abóbora, damasco, cenoura, mamão, manga, milho, cará, mandioquinha (batata baroa), entre outros.

Suplementação
Existem alguns suplementos que ajudam a aumentar a nossa Imunidade, fazendo com que o nosso organismo fique mais fortalecido para se proteger de qualquer tipo de vírus e estado gripal.

Entre eles citamos:
                                                           Vitamina C – 1gr, uma vez ao dia;
                       Selênio – 100 mcg, uma vez ao dia;
                        Zinco – 15 mg, uma vez ao dia;
                       Lisina – 300 mg, uma vez ao dia;
                       Glicina – 15 mg, uma vez ao dia;
                       Complexo B – 100 mg,  uma vez ao dia;
                       N acetilcisteina – 500 mg, uma vez ao dia;
                       Vitamina D – 10.000 ui a 20.000 ui, uma vez ao dia. 

Sugestão de ingestão por no mínimo um mês, sendo que com 15 dias já se sente os benefícios.
Informações passadas pela Dra. Patrícia Caram.

Importante: Não use suplementos por conta própria, sempre procure um profissional capacitado.

Oxigenação
Todas as células do organismo necessitam de oxigenação, pois nosso Sistema Imunológico pode tornar-se ineficiente, quando existe falta de oxigênio, abrindo com isto o caminho para infecções diversas por bactérias, vírus e outros.
A deficiência de oxigênio impede as células de respirar.

Hoje em dia graças à evolução da medicina integrativa está mais fácil de encontrar a Oxigenoterapia/Ozônioterapia (aumenta a oxigenação).
Inúmeros trabalhos publicados em todo o mundo nos últimos 40 anos comprovam a eficácia da Oxigenioterapia como excepcional ferramenta do tratamento médico, promovendo, entre outros efeitos, o retorno dos fibroblastos à suas funções normais.
Isso culmina com a aceleração de cicatrizações, melhora a qualidade da osteogênese e dos tecidos de granulação e um combate mais eficaz de infecções.

O Oxigênio Líquido, para ser ingerido, tem como objetivo aumentar a oxigenação do nosso corpo, das nossas células.

Existem também muitos relatos da sabedoria popular, e atualmente a recomendação de alguns médicos que começaram a trabalhar com terapias alternativas que falam da eficácia do uso do Peróxido de Hidrogênio P10V, sendo uma alternativa barata para melhorar a oxigenação, ativar nosso sistema imune e fazer uma “faxina” em nosso organismo.
As células no corpo, que combatem infecção - células de defesa conhecidas como granulócitos produzem peróxido de hidrogênio (nome científico da água oxigenada) como uma primeira linha de defesa contra organismos invasores como parasitas, vírus, bactérias e germes.

Além de impedir as reações intestinais de fermentação e suas danosas consequências ao metabolismo humano, penetra na corrente sanguínea, dissolvendo os coágulos porventura existentes nos vasos, recuperando a circulação e aumentando a taxa de plasma sanguíneo.

O peróxido de hidrogênio P10V é usado terapeuticamente (pode ser ingerido), pois vem livre de quaisquer metais tóxicos e substâncias derivadas do ácido benzóico (cancerígeno), além dos conservantes existentes em todos os produtos para uso externo.

É interessante tomar 01 colher de sopa de P10V dia sim dia não, misturada em um copo de suco natural ou água, durante o primeiro mês e depois pode passar, a tomar 1x por semana.
Lembrando que ela nunca deve ser tomada pura!

A Suplementação de Minerais e a Oxigenação Celular são indispensáveis para o funcionamento dos nossos sistemas.

Sempre OXIGENE e EQUILIBRE SEU SISTEMA IMUNOLÓGICO!

Hipoclorito de Sódio
            O uso de Hipoclorito de sódio a 2,5% (produto comercialmente conhecido como “Hidrosteril”) gera um potente efeito desinfetante que mata todos os patógenos anaeróbicos no corpo, protegendo as células e bactérias sadias.
            Esta seleção é feita tomando como base a diferença de PH do corpo com PH entre 7.35 e 7.5 (neutro); se adoecemos baixa de 7 facilitando a reprodução de bactérias, vírus, fungos e parasitas.

             O hipoclorito de sódio, na dose adequada, destrói os microorganismos patógenos, preservando as células sadias e fortalecendo o Sistema Imunológico.

            Dentro do corpo, é liberado no estômago, e viaja pelo sangue para todo o organismo, procurando seletivamente o local ácido para reagir, destruindo bactérias, decompondo vírus e oxidando parasitas e fungos patógenos. Quando neutralizados esses microorganismos são expulsos pela pele, rins e cólon.
            Não tem efeito secundário já que, na dose adequada, sua capacidade oxidativa não danifica o equilíbrio vital do organismo.
            Se o organismo está muito deteriorado ou acidificado, ou se foi ingerido algum fármaco, a ingestão do composto pode causar estresse oxidativo por reação, que se manifesta com diarréias, vômitos ou náuseas, sintomas que passam em algumas horas, ou baixando a dose.
            Ainda que a substância seja utilizada como alvejante que de papel ou tecido e como desinfetante da água, sua composição química se assemelha ao sal de cozinha.
            Como exemplo, sua toxicidade em 2 gotas num litro de água equivale a uma concentração de 1 ppm, proporção similar à recomendada como limite máximo para consumo humano pela Agencia de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos (EPA) que é .8 ppm. Ou seja, deveria ser ingerido mil vezes esta dose media para produzir efeitos adversos.
            Existem pesquisas independentes que mostram o poder de cura deste composto em animais de laboratório e pessoas doentes.

Recomendação para este Momento:
            Adultos: 04 gotas de “Hidrosteril” diluídas em 01 litro de água.
            Crianças de 06 a 12 anos: Duas gotas diluídas em um litro de água.
            Crianças abaixo de 06 anos, Bebês e Grávidas: Uma gota diluída em um litro de água.

            Aguardar 15 minutos e consumir ao longo do dia, APENAS 01 LITRO DESTA MISTURA, todos os dias até passar essa pandemia.

            Lembre-se também de sempre higienizar as mãos com água e sabão, principalmente após chegar à sua casa.

Também o utilize para higienizar verduras e legumes!

Corpo e Mente
Nesta época de pandemia, estamos focados em fortificar o Sistema Imunológico de nosso corpo, mas temos que cuidar também da nossa MENTE.

Com essa avalanche de informações que estamos recebendo a todo instante, o Emocional alterado negativamente faz com que nosso organismo libere toxinas instantaneamente, criando uma destruição em nosso campo que pode baixar nossa imunidade.
              
            Por isso precisamos ficar atentos aos cuidados do corpo, mas também ao que pensamos.


Quer ficar por dentro de todas as notícias sobre o COVID-19?  
Acesse o site: www.dakila.com.br/coronavirus






quarta-feira, 4 de dezembro de 2019


A Lua
           
No 4º dia da criação, "Deus" disse:
            Venha a haver luzeiros na expansão dos céus para fazer separação entre o dia e a noite; e eles terão de servir de sinais, e para épocas, e para dias, e para anos. E terão de servir de luzeiros na expansão dos céus, para iluminarem a Terra.
            E deus passou a fazer os dois grandes luzeiros, o luzeiro maior para dominar o dia e o luzeiro menor para dominar a noite, e também as estrelas.
            Assim, Deus os pôs na expansão dos céus para iluminarem a Terra e para dominarem de dia e de noite, e para fazerem separação entre luz e a escuridão...


Segundo a narrativa, os luzeiros foram "criados" depois que a Terra já existia!

Nos livros sagrados há diversos relatos de dados científicos da história do mundo, da humanidade, dos conceitos, e principalmente da formação do Sistema Terra de como ele realmente é.
            Esses elementos estão muito mais corretos, do que os livros acadêmicos.

            "em cima", não é nada daquilo que pensamos ou que conhecemos através da ciência atual. Tudo aquilo que conhecemos, não é o que parece, ou o que nos foi ensinado.
           
Citando alguns exemplos:

Homem na Lua?
Em 1958 descobriram-se imensas regiões de radiação dentro da magnetosfera da Terra que contêm prótons e elétrons energéticos presos pelo campo magnético.
Essas regiões ficaram conhecidas como Cinturão de Radiação de Van Allen.

O cinturão é composto de duas faixas, das quais a interior se situa entre 2.200 e 5.000 km, e a exterior entre 13.000 e 55.000 km da superfície da Terra.
Quando esses intensos cinturões de radiação foram descobertos, os cientistas ficaram apreensivos quanto às sérias ameaças que poderiam oferecer às viagens espaciais.

A radiação emitida é muito forte, e nada orgânico sobrevive a esse campo magnético sem tecnologia adequada, que até o momento ainda não desenvolvemos. Ou seja, é impossível qualquer astronauta nosso sobreviver. Todas as agências espaciais sabem deste fato.
E com a "mudança" das camadas da atmosfera terrestre, como fizeram todos aqueles cálculos da época baseados em uma informação que não era verdadeira?

Será que a nossa sábia ciência “aumentou” a atmosfera da Terra após tirarem a "poeira" das observações da SOHO para inserir a Lua dentro dela e justificar suas informações errôneas, antes que caiam em descrétido?

Além disso, se a Lua com um diâmetro de 3.474,2 km, e a uma distância de 384 mil km, como afirmam os acadêmicos, que comparativamente à Terra seria do tamanho de uma laranja, como a vemos tão perto?

A Lua é menor, e está muito mais próxima da Terra do que a astronomia afirma!
Flash na Lua
            Durante o eclipse ocorrido na madrugada do dia 21.01.19, astrônomos do
mundo inteiro registraram um flash de luz na Lua.
O que há na Lua que piscou? Tentaram justificar que era um meteoro, mas a fonte da luz veio da própria Lua!
            E por que esse flash aconteceu logo quando o mundo estava com os olhos voltados para ela? Isso levantou muitas suspeitas e preocupações dos acadêmicos.
            O eclipse facilita a visibilidade do que há na Lua, inclusive construções.
            É possível observar em diversos pontos da Lua, através de um telescópio refratário centenas destas luzes!
Observe
            É muito interessante observar a Lua...
                       
O que ela será, e o que tem dentro dela? Porque tem um lado que nunca vemos? A Lua pode ser parte de outra Realidade?

Com certeza estas e outras respostas que estarão no novo Documentário sobre o Sol, a Lua e os Astros produzido pela Equipe DAKILA Pesquisas com lançamento previsto para 2020 será um choque que irá abrir a mente, e trazer novos conceitos em relação aos mistérios de nosso próprio Sistema Terra.
            E assim estaremos rompendo as barreiras, os limites que hoje nos aprisionam.
           
A Lua também não é redonda, e quem a ilumina não é o Sol, sabiam disso?

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Formas Arredondadas
    Quando se fala que o real formato da Terra, ou de outros corpos celestes não são esféricos, um dos pontos que sempre é abordado, é o porquê então de tudo ser “aparentemente” redondo.


    Existe uma tendência da força do magnetismo, que a ciência não entende, não explica, e não difunde que faz tudo ser circular.
    Se jogarmos limalhas de ferro em uma folha de papel com um imã embaixo, observaremos estas “limalhas/riscos” em formatos arredondados!
    Sabemos que a Terra é rica em minerais que acompanham o magnetismo. O ar, a água tem minerais, por esse motivo tudo acompanha o formato dessa força maior. Ou seja, o que nos dá os formatos “arredondados” é o magnetismo.
    Segundo estudos realizados por DAKILA Pesquisas:

O magnetismo é a maior força que a natureza tem!

   Vivemos uma distorção ótica em tudo que vemos devido à umidade da atmosfera.
    Se jogarmos uma pedra no lago ela emite ondas circulares, o mesmo acontece se jogarmos uma pedra quadrada, ou seja, não importa o formato geométrico, sempre emitirá ondas circulares.  Se a pressão atmosférica fosse real, as ondas seguiriam o formato geométrico da pedra jogada.

    Sabemos que a uma distância de apenas de 100 metros de qualquer objeto, o vemos redondo/esférico!
    Se sairmos da atuação dessa força, mudaremos com certeza nossa ótica sobre formas, cores, etc., pois poderemos ver as coisas como elas realmente são!
Mas não temos ainda essa capacidade.

    Além disso, tudo parece redondo devido aos nossos olhos também serem neste formato.
    Em nosso cordão ótico existem 06 filetes, onde cada um tem uma projeção geométrica, então temos uma tendência ocular de projetar elementos redondos/circulares/esféricos segundo a conexão da nossa glândula pineal e pituitária.

    Pesquisas nesta área concluíram que nossos olhos não são um captador de imagens, e sim um projetor de imagens! E mais uma vez quebrando todo o tabu científico e clássico – Nós não enxergamos, nós Projetamos! 
Isso a ciência tradicional hoje já reconhece.

    Nossos olhos não captam fótons/luz de fora, captam fótons/luz do cordão ótico que são codificados conforme nossos espasmos neurais.
    A lente de nosso olho não é para captar, é para receber a informação que vem do cordão ótico que transforma em imagem para o cérebro.
    O projetor foi desenvolvido a partir do estudo desta fisiologia. Quando colocamos um USB no projetor, a lente, que é invertida como nosso olho, vai olhar para dentro, pegar a informação, decodificar e projetar ela na parede, ou seja, a mesma função ocular.
    O mecanismo da máquina fotográfica é invertido igual ao olho, existe uma camerazinha no diafragma que manda imagem para a lente maior. Não é a lente maior que capta a imagem, ela só observa, pois quem capta a imagem, como se fosse nossa pupila, é um pequeno diafragma que manda a imagem espelhada e aumentada para a lente maior da máquina.
    Ou seja, também registram uma falsa visão da realidade!

   Outro aspecto interessante, é que no nosso dia a dia vivemos num mar turbulento de ondas eletromagnéticas e somos conscientes de apenas uma pequena faixa, muito estreita, se relacionada com o espectro eletromagnético. Na nossa percepção normal percebemos apenas as ondas que vão de 400 nm a 700 nm, que é considerada a quantidade de energia que excita os pigmentos dos nossos olhos.

    Quando estamos no escuro, na ausência da luz artificial ou natural, nossos olhos ativam 120 milhões de células bastonetes a mais e não se apaga nenhuma outra!    
    Ou seja, a nossa visão não fica ruim, ela melhora.
  Quanto mais treinarmos nossa visão noturna, mais teremos capacidade de enxergar à noite, frequências ultravioletas, infravermelhas, raios X, raios gama, ou seja, frequências que normalmente não estamos acostumados a enxergar, pois com a nossa visão “diurna” vemos apenas 02% do que realmente está ao nosso redor!

Assim...

Enxergamos apenas uma ilusão que o meio nos proporciona.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

A Verdade é Elástica!
         Há verdades que aprendemos e damos como certas para o resto de nossas vidas, porém algumas estão sendo revistas...
     Por exemplo, a ordem dos “planetas” era: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. Mas Plutão foi “rebaixado” e não é mais um “planeta”.

        Também aprendemos que depois da Lua, Vênus é o que está mais próximo da Terra. Mas isto já mudou, agora é Mercúrio!
          Segundo as agências espaciais, a “verdade” é que cada planeta tem um ritmo diferente de órbita. Isso significa que as distâncias entre eles mudam.
          Para calcular que planeta realmente passa mais tempo perto da Terra, precisa-se fazer uma média. Foi isso que o programa “More or Less” (mais ou menos) fez, e conseguiu estimar qual estava mais próximo da Terra a cada dia dos últimos 50 anos. Assim conseguiu-se calcular que, em média, o planeta que passou a maior parte do tempo como nosso vizinho mais próximo, foi Mercúrio.

      Dados recentes também demonstraram que é possível que a Lua esteja dentro da atmosfera terrestre, pois a exosfera (camada mais externa da atmosfera) passou de 10 mil km, para 630 mil km. Como a distância da Lua, em média é de 384 mil km da Terra, pelo menos por enquanto, se estenderia além da Lua.
          “A atmosfera externa da Terra se estenderia 630 mil quilômetros, aproximadamente 50 vezes o diâmetro do planeta, indo além da Lua. Não sabíamos disso até que tiramos a poeira das observações feitas há duas décadas pela sonda SOHO."
            Esperaram 20 anos, para tirar a “poeira” das observações!

      Também foram encontrados sinais de água na Lua em 2018: Sinais de possíveis depósitos de gelo foram vistos por anos, mas só agora os cientistas confirmaram "evidências definitivas".

      E não é novo que a Lua, como a Terra, possui atividade sísmica. Alguns desses terremotos podem ser bastante fortes, em torno de cinco na escala Richter. Entretanto, a NASA divulgou no dia 13.05.19 um estudo que indica que a Lua está encolhendo a medida que seu interior esfria, o que causa terremotos em sua superfície.  Segundo a agência, a Lua ficou 50 metros mais magra em seu diâmetro ao longo das últimas centenas de milhões de anos por causa desse fenômeno.

Em Resumo:
       Em menos de um ano, a astronomia “descobriu” que a Lua está dentro da atmosfera terrestre, tem água, emite fleches de luz (observados no último eclipse – 21.01.19), e está encolhendo. Mercúrio é o mais próximo da Terra, e a 1ª foto de um Buraco Negro foi “tirada”, abonando a Teoria da Relatividade.
     O que nos parece, é que por algum motivo, as agencias espaciais estão tentando desesperadamente justificar, ou “remendar” suas informações equivocadas.

          A questão é: No que mais estão erradas? No Formato, tamanho e movimentos da Terra e dos Astros? Na distância dos “planetas” em relação à Terra, e o que eles realmente são?

A ciência estaria totalmente equivocada quanto a tudo o que há na Terra e no universo?!

         Estes e outros fatos estarão sendo revelados no próximo Documentário O Sol, a Lua e os Astros, produzido pela equipe de DAKILA Pesquisas.

Você Sabia que: Civilizações muito antigas extremamente avançadas deixaram informações do céu de épocas remotas feitas em pinturas rupestres com alta tecnologia, como um Legado para as futuras civilizações.
          E o que se constatou, é que temos o mesmo céu, o mesmo “painel” datado de milhões de anos atrás. Ou seja, nada absolutamente mudou!
Os Dogons, antiga tribo Africana do Mali, já tinham o conhecimento do Sistema Binário de Sírius, ou seja, da Estrela Sírius B, “descoberta” somente em 1862.

         Vamos olhar mais para a Lua, para o Sol, para as estrelas, para a Terra, para os terremotos, maremotos, etc.
Vamos observar a trajetória dos astros, a nossa sombra, a luz que não conseguimos enxergar – o Ultravioleta, infravermelho, raios gama, a própria luz negra que vemos apenas 02% dela.

          A verdade está ao alcance daqueles que tem olhos para ver, e espírito de pesquisador para indagar, abrir o leque, buscar conhecimento e descobrir novos horizontes até então limitados pela nossa ciência acadêmica.

segunda-feira, 6 de maio de 2019


Analema Solar

Você já recebeu um “zap” com a foto montagem abaixo, e com o texto: “Imagem feita através de 48 fotos de longa exposição do Sol sobrepostas tiradas durante um ano uma vez por semana, no mesmo local e horário, sendo que o ponto mais alto é o solstício de verão e o mais em baixo, o de inverno, formando/projetando uma espécie de um “8” infinito”?
Ouso a afirmar que sim!
Mas você sabia que esta imagem chama-se “Analema Solar”?

Esse tipo de foto está se tornando muito comum, pelo avanço tecnológico das câmeras de longa exposição. Podemos encontrar inúmeras imagens como esta na internet.
Mas além de serem muito bonitas, para que serve?

Marcador Universal
Esse movimento serve como um marcador de tempo, pois as várias posições deste gráfico são chamadas de Tempo Universal (UT).
Egípcios, Maias, Incas entre outras civilizações antigas, construíram em diversos pontos, “Relógios Solares Analemáticos”, pois esses povos acompanhavam e registravam os diferentes CICLOS da Terra.
Vale lembrar que os Maias foram considerados “engenheiros sincronizadores do tempo”! Observavam o movimento do Sol, da Lua e dos astros de nosso Sistema.
            Os antigos com tecnologia supostamente muito mais simples e eficiente conheciam todos os ciclos que influenciam a Terra e todos os seres vivos até hoje!

            Outro fato interessante, e polêmico, colocando ainda mais “lenha” na questão do geocentrismo x heliocentrismo, e Terra Convexa x Terra Esférica, é que segundo a coleta de dados realizada pelos pesquisadores de DAKILA, através do Analema Solar podemos chegar a estas respostas, pois:

“O Sol determina o que é a Terra, o seu formato, e quem gira ao redor de quem”.

Inclusive, até mesmo responder as perguntas de quem “parou” no “dia perdido de Josué”, e quem declinou no episódio de Ezequias, a Terra ou o Sol?!

Você Sabia que:
            DAKILA Pesquisas tem um Centro Tecnológico – o CTZ – cuidadosamente planejado, e equipado com um telescópio moderno através de um sistema robótico eficiente e computadorizado que possui características próprias, desenvolvidas e projetadas especialmente para ele, o que o torna um sofisticado e único equipamento científico de pesquisa.



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019


Os Astros de nosso Sistema
      Há muitos relatos em diferentes escrituras que demonstram não só o nivelamento das águas e a convexidade dos continentes, mas também outros eventos no mínimo interessantes envolvendo os astros de nosso Sistema...

A passagem mais inusitada, é a de Josué (10:12/13), onde o Sol e a Lua ficam imóveis por cerca de “um dia inteiro”.

            Temos também a narrativa sobre o Rei Ezequias (II Reis 20:1-11), que tendo adoecido mortalmente pede por intermédio de Isaías, que o “senhor” o curasse, e também lhe desse um sinal. O sinal foi a sombra do Relógio de Acaz voltar 10º – “Nos degraus de Acaz, dez degraus para trás”. E assim foi lhe acrescido mais 15 anos de vida.

Segundo relatos antigos, o Relógio de Acaz, era uma espécie de escadaria voltada para o oeste, onde o Sol mostrava através dos degraus, as horas por meio de sua sombra em um semicírculo de 180º destinados às 12 horas de exposição (“um dia inteiro”). Cada hora o equivalente a 15º, assim 10º (dez degraus) seriam o mesmo que 40 minutos.

Evidências
Com o início da “corrida espacial”, os cientistas da NASA precisaram conferir a localização do Sol, da Lua e dos astros em diversas épocas do passado, afim de que nada pudesse falhar. Assim os mais avançados computadores iniciaram esse trabalho.
           E foi aí que algo que nenhum cientista esperava aconteceu. Em determinado momento da pesquisa, o computador parou e deu um sinal vermelho. Havia um erro nos dias do mundo!
Em todos os cálculos realizados havia um erro de aproximadamente 12 horas e 20 minutos, ou seja, estava “faltando” este tempo no cronograma universal!
            Após verificar os dados, concluíram que não havia nenhum problema com a máquina, e confusos não encontraram explicações plausíveis.
Inteirados sobre o contexto bíblico, os cientistas conferiram no computador, os dias no período citado “do dia perdido de Josué”, e do relato de Ezequias, chegando exatamente ao tempo que estava faltando.

 Algo fez com que houvesse uma “parada” do Sol por 11 horas e 40 minutos e depois, girasse em sentido oposto durante 40 pequenos minutos (os 10º do Relógio de Acaz).

O Sol realmente fez essa “parada”, e depois um “declínio”? Que fenômeno astronômico ocorreu?

Em Machupichu no Peru, a pedra mais famosa esculpida em forma de “trono”, ou cadeira chama-se “Intihuatana”, que quer dizer “poste para amarrar o Sol”. No mínimo curioso!

E o mais interessante, é que esse “dia perdido de Josué” fortifica o geocentrismo, pois menciona a parada do Sol e da Lua sobre a Terra.

Então a pergunta é:

Quem está parado, e quem gira ao redor de quem?!

Os pesquisadores de DAKILA reproduziram diferentes tipos de Relógios de Sol para estudar este e outros fenômenos, que farão parte do Novo Documentário que está sendo produzido com lançamento previsto para este ano com o título de: O Sol, a Lua e os Astros.
            Com certeza, imperdível!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019


O Documentário
O Documentário da Terra Convexa realizou certos experimentos que demonstram que o mundo é plano nas águas e convexo nos continentes – daí o nome “Terra Convexa”!        
                                             

A maior parte das pesquisas foram realizadas nas águas, pois ela compõe 70% da superfície da Terra.

Esfericidade x Águas Niveladas
Foram realizados vários experimentos para constatar a curvatura do horizonte no nível das águas em várias partes do mundo, pois em uma Terra esférica, as águas acompanhariam a curvatura da Terra.
 E o resultado de todos os experimentos, é que não houve nenhum obstáculo em seu caminho! Ou seja, as águas não apresentaram tal curvatura, muito pelo contrário, apresentaram um “nivelamento”.

Realizaram também o experimento dos prédios, onde a ideia básica foi que se a Terra é esférica, dois prédios separados a uma determinada distância teriam suas distâncias lineares diferentes entre a base e o topo.
Como a medida do experimento realizado foi a mesma, conclui-se que os prédios estão “alinhados”, ou seja não há curvatura.
             
Gravidade
Segundo os experimentos realizados, a gravidade não existe!

Para justificar a esfericidade da Terra sem que nada saísse voando espaço afora, e tudo ficar “fixo” na superfície terrestre, criou-se a “gravidade”, uma “força mágica”.
           
            O magnetismo, ao contrário do que a ciência considera, é uma das forças mais fortes que atua na Terra, a principal força que mantém tudo em equilíbrio, desde as ligações de um átomo até o campo magnético terrestre.

A gravidade é derrubada pelo “prumo e nível”. Na Terra esférica ficamos de ponta cabeça, mas sentimos a sensação de estarmos em pé. E quando nos locomovemos para outro ponto, vamos “nivelando” e nem sentimos isso fisicamente!
As pessoas do Japão em relação a nós estão de ponta cabeça, e vice-versa. Aqueles que vivem próximos ao Equador, estão “quase inclinados”, mas também não sentem essa sensação!
Temos sempre a impressão de estarmos de pé “nivelados”. Que realidade é essa?!
A força da gravidade é tão inteligente assim que controla nosso peso, corpo, sentidos sensoriais, sensação de nivelado ou não?
Não podemos viver “inclinados”, pois nossa fisiologia não suportaria.

Então, qual é a probabilidade maior? Nivelados ou inclinados?

O documentário da Terra Convexa tem como objetivo mostrar que as suas pesquisas e experimentos não são mais uma teoria entre tantas que existem, mas uma alternativa para que possamos pensar, raciocinar, e fazer com que cada um chegue à conclusão de onde vivemos:

Num mundo esférico ou num mundo convexo?

Você sabia que: 
    O documentário da Terra Convexa já recebeu várias homenagens e condecorações. Saiba mais acessando o link:


Aumente sua Imunidade! Alimentos             Quando fornecemos às células de nosso corpo os nutrientes específicos que elas preci...

Terra Convexa